Agência de intercâmbio – como escolher?

17

Rafael Lima

Analista de sistemas, cervejeiro, fissurado por tecnologia, política, viagens e é claro, pelo Canadá!

Você pode gostar de...

6 Respostas

  1. Felipe disse:

    Parabéns pelo post! Baseado na sua experiencia voce poderia me ajudar? tenho 16 anos me chamo Felipe e pretendo imigrar pelo processo de quebec, pretendo fazer um curso técnico de rede de computadores, e estudar o francês e um pouco de inglês (básico). A minha pergunta é a seguinte: Eu estudo francês aqui ou junto dinheiro para ir estudar como intercambista? Do Francês pro inglês o preço varia muito? (por favor, leve muito em consideração a relação CXB, pois sou de familia humilde e tudo que tenho é a vontade de trabalhar para juntar o dinheiro, vou fazer o curso técnico por que não quero focar em carreira estando aqui no Brasil, visto que meu objetivo é imigrar. Obrigado desde já e parabens pelo conteúdo do seu blog, forte abraço.

    • Rafael Lima disse:

      Fala Felipe, tudo bem? Que bom que gostou do conteúdo do site!! =)

      Não sou nenhum especialista em imigração/intercâmbio, mas vou tentar dar minha opinião. Vamos por partes.

      Primeiro: Por que Quebec?
      Lembro das primeiras palestras que assisti sobre Quebec e de como eles fazem parecer o paraíso. Não é bem assim. Qual a sua relação com o frio? Eles tem um dos invernos mais rigorosos do Canadá, e viver debaixo da neve por quase 6 meses não deve ser fácil. Além do mais, depois que o parti quebecois ganhou as eleições em 2013 (se não me engano) a vida não ficou fácil pra quem é imigrante lá. Faça uma pesquisa sobre isso, de preferência em sites de fora, que falam mais abertamente sobre o tema.

      Segundo: Estudar inglês/francês no Brasil ou em um intercâmbio?
      Minha opinião sobre isso é a mesma sobre qualquer tipo de curso. Você pode tirar muito mais proveito se você já souber alguma coisa, então, estude aqui antes de partir pra um intercâmbio. Não estou falando pra você gastar uma pequena fortuna em cursos de idiomas. Existem diversos aplicativos que te ajudam a aprender uma nova língua, eu por exemplo, gosto bastante do duolingo, e no youtube existem várias aulas de quaisquer idiomas que você queira aprender. Então, aproveite esses recursos para aprender sem gastar nada, e ainda economiza pro seu intercâmbio.

      Terceiro: Do francês pro inglês o preço varia muito:
      Não faço ideia. Entre em contato com agências de intercambio e faça cotações. E quando for fechar, pechinche. Pechinche muito, pois o preço sempre cai.

      Lembre-se que imigração é um projeto de longo prazo e exige muita preparação, não só na parte financeira, mas emocional e acadêmica também. O Canadá cada vez mais exige imigrantes qualificados, portanto, talvez seja a hora de repensar sobre o curso técnico. Uma faculdade provavelmente vai te ajudar mais e dependendo da faculdade, não é tão mais cara que um curso técnico.

      Não foque só em Quebec, pesquise outras províncias, outras cidades. Enfim, não feche os olhos pro restante do Canadá, ele pode te surpreender.

      Espero ter ajudado.

  2. Suzana disse:

    Boa noite, o que vc achou do intercambio com a conexão canadá? Estou na dúvida entre a Egali e eles. Obrigada.

  3. Aline disse:

    Boa noite, nao sei se voce ainda responde aos comentários, mas queria saber mais sobre a empresa conexão Canadá, e sobre como é feito o contrato do intercâmbio sendo que a agência esta em porto alegre ( moro no pr ), estou muito interessada, porém com medo kk obrigada

    • Paula Mello disse:

      Oi Aline,

      A gente responde sim, só demora um pouquinho… 🙂
      A agência, pelo que me lembro, faz Skype com a gente explicando tudo antes de assinar contrato ou qualquer coisa. Se estiver em dúvida, busca na sua regiào por outras agências que você possa visitar.

      Boa sorte e obrigada pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *